© 2018 por ALEX PFEIFFER

BIOGRAFIA

Nascido em Petrópolis-RJ, Alex Pfeiffer é graduado e mestre em Educação Musical pela UFRJ. Possui uma especialização em trilha sonora pela Universidade da Califórnia, Los Angeles (UCLA Extension). 
 
É formado em Harmonia e Guitarra pelo CIGAM (Centro Ian Guest de Aperfeiçoamento Musical), tendo estudado arranjo e composição com Ian Guest e Leandro Braga.
Iniciou sua carreira profissional em 2006, no Rio de Janeiro, tendo atuado como cantor e violonista de diversos grupos de música popular e música clássica, tais como: Quarteto Volpi de Violões, Quarteto Jazz por 4 e Orquestra Popular Brasil de Cara, grupo com o qual ganhou o segundo lugar do Festival de MPB de Tatuí, além de outros prêmios recebidos em diversos festivais de MPB pelo Brasil. Se apresentou com esses grupos em diversos espaços do Rio, tais como: Circo Voador, Copacabana Palace e Teatro Odylo Costa.
Em 2009 participou como violonista e arranjador do projeto Villalobiando, no qual a cantora Bia Bedran interpreta composições de Villa-Lobos. Também atuou  como professor de música e violão em diversos espaços do Rio de Janeiro, tais como: Universidade Católica de Petrópolis, Colégio Cruzeiro, Pastoral da PUC-RIO e projeto social "Toque... e se Toque" (FUJB/UFRJ).
Em 2014 entrou como sócio-fundador da empresa Pfeiffer Cultural, onde desenvolve trabalhos  como compositor e educador na área de música.

Em 2015 ingressou no programa de trilha Sonora da Universidade da Califórnia, onde gravou e regeu suas composições e arranjos com músicos que atuam nos filmes "hollywoodianos". Foi aluno de orquestração de Jon Kull (orquestrador de James Horner) e Cameron Patrick (orquestrador de Michael Giacchino) e teve contato com compositores consagrados de Hollywood tais como: Joe Kraemer, Marco Beltrami, Jeff Beal e Charles Bernstein.
 
Lançou em 2019 o single Último Voo, seu primeiro trabalho autoral no âmbito da canção, que contou com banda e quarteto de cordas. Este trabalho contém 3 faixas, nas quais Alex atuou como intérprete, produtor, arranjador e regente.
 
Gravado no Estúdio Arsis (SP), "Último Voo" procura sintetizar a poética das paisagens cariocas, além de prestar uma devida homenagem a grandes mestres da Bossa Nova e da música brasileira que tanto influenciaram Alex, tais como: Tom Jobim, Dorival Caymmi e Edu Lobo.